Elucubrações de insone.

Por Jairo Pereira Filho. Se o Planeta Terra é considerado astronomicamente como um finíssimo grão de pó em relação ao Multiverso – o Cosmos Infinito -, a nossa vida humana, em relação à ele e ao Tempo e Espaço, deveria ser apenas um episódio ao acaso, por acaso, imperceptível… Mas é bom lembrar que existe…

Política x Divisão.

Por Jairo Pereira Filho. Como bom apreciador de analogias gosto de comparar política e futebol. Não por acaso futebol é jogo; assim é a política. O jogador defende um time, o político sua plataforma e bandeira partidária. Muitas vezes – maioria delas – defende apenas seus interesse pessoais. É comum ouvir-se falar do “jogo político”…

Informes falsos.

Por Jairo Pereira Filho. Em determinadas épocas, quando as forças políticas buscam alinhar-se; pré-candidatos se propõem a apresentar seus nomes e abrir o livro da sua vida àqueles que ainda não o conhecem bem. Então começa o correr de boatos, ilações, mentiras instruídas e propaladas por “adversários” ideológicos; até mesmo o destilar de veneno de…

O estigma ético.

Por Jairo Pereira Filho. Hoje, ao acordar de madrugada, como de costume, tomei o meu café forte e saí numa caminhada que durou até o clarear do dia. No caminho, enquanto assobiava uma velha canção sacra, encontrei-me com um homem que desejou conversar comigo. Perguntou quem eu era e o que fazia da vida. Embora…

Presente ou Futuro?

Por Jairo Pereira Filho. Ergo meu olhar e mirando à frente o que vejo? O quadro que representa o nosso futuro: Um túmulo solitário, esquecido até por quem o fez. Qual o sentido da Vida onde só o que se espera é a Morte que vem a galope? Respondo: Não. Não há sentido. E sim,…

MÃE.

Por Jairo Pereira Filho. Mãe. Quão doce é esse nome que soa como o murmúrio das suaves brisas. E é como brisa suave que ainda nos conduz, ó exemplo de sabedoria. Ante a oração da mãe que se eleva, os piores cataclismos são amainados, Deus ouve e a paz reina. Mãe. Doce maestrina da vida de…

Minha mulher.

Por Jairo Pereira Filho. Tenho-te a toda hora e nem sempre satisfeito, porque sempre te quero mais e loucamente perto de mim! Sou o que te abraça por sob as cobertas e também à distância – todo o tempo amada -, minha cúmplice em lúdicos pensamentos que carreiam ápices de intenso prazer. Se nunca enlouqueci…

O Tuca barbeiro, meu tio.

Por Jairo Pereira Filho. Há pessoas que marcam profundamente as nossas vidas e sobre elas falar fica até difícil, pois tantas coisas há que poderíamos relatar, tantas experiências transmitidas e tão vívidas em nossas mentes. Uma dessas figuras excepcionais foi o meu tio Tuca, irmão de mamãe. O Tuca foi o segundo filho da minha…

Homenagem singela às mulheres nesses dia.

Por Jairo Pereira Filho. “Do ventre de uma mulher nasceram todas as gerações da Terra.” – Trecho de uma composição escrita por Vanda Caminotti; não por acaso, minha companheira há trinta anos. A palavra “Humanidade” é um substantivo feminino, remete pois à feminilidade. Também significa, no contexto filosófico, os sentimentos de bondade e/ou compaixão aos…

Singela homenagem aos poetas vivos.

Por Jairo Pereira Filho. O poeta é um inquieto. Sua alma é inquieta, assim também o seu coração. O poeta é o que busca demonstrar ao mundo, através dos seus escritos, que reconhece o sentir de todos, empaticamente; por buscar ansioso abarcar toda a carga emocional produzida por bilhões de seres pensantes, sensíveis à dor…

Poder x Saber.

Por Jairo Pereira Filho. O poderoso não pode comprar a saúde quando o seu corpo já estiver cansado de viver. O sábio pode confortar no sofrimento daqueles que devem partir; gratuitamente. O poderoso não pode comprar a felicidade daqueles que poderiam um dia torná-lo feliz. O sábio pode tornar os outros felizes, sendo apenas feliz;…